Sobre Azrael

John Azrael

Desde pequeno, eu tinha fascinação com filmes de terror, principalmente os que envolviam fantasmas e exorcismos. Não é atoa, que a 1ª HQ do Azrael tem uma forte influência em “O Exorcista”, que pra mim, é o melhor filme do gênero. No entanto, sempre imaginava no final, um anjo aparecendo para salvar o dia, e foi assim, que surgiu Azrael.

Mas é engraçado parte de sua concepção. Não lembro de onde veio a fúria do personagem, que a princípio, agiria de forma meio irracional, apenas focado em sua missão. Azrael seria uma espécie de Berserker. O nome lembro que era o que um amigo usava em salas de bate papo da UOL. Acho que foi pura sorte o Azrael em minha HQ ser também o anjo da morte (bem… estamos acostumados a ver o Lúcifer como o arcanjo irmão de Miguel, não posso dizer que será dessa forma a sua aparição aqui) pois nunca havia pesquisado sobre o anjo ao criar o personagem. Ele acabou sendo um alicerce para superar o medo de ver filmes de terror durante a infância. Eu morria de medo, mas adora ver, é estranho o gosto por sentir medo que as vezes temos né?

Com o tempo, Azrael passou a ser toda uma reflexão sobre espiritualidade e religiões. Todo o universo criado em relação ao personagem (no momento, apenas em minha cabeça), é todo um sistema de crenças que um dia, eu desenvolvi. Claro que tem o fator entretenimento e fatores que servem apenas para tapar buracos da história, mas também contém reflexões sobre o assunto.